Menu

30 junho 2015

Rascunhos em um papel.

"E vai saber, se um dia seremos nós."

Ei, você consegue me ouvir pelo menos desta vez? Sinceramente, sinto-me rouca por falar isso de novo, é como se fosse um pesadelo que ousa atrapalhar cada dia da minha vida, como se me fizesse perder a segurança, e por vezes a auto-estima. Queria mais do que nunca me desculpar por fazer você passar por isso, é que os devaneios atormentam e eu não vou conseguir dormir essa noite.
 Bem, espero que ainda esteja ai do outro lado da linha.  Não sei porque dizer isso em um meio de comunicação ao qual eu sei que não vou conseguir te olhar nos olhos, ou simplesmente te abraçar em seguida: Mas juro, que só de olhar você na minha frente, vou sentir vontade de chorar. Sei que já fazem dois meses, mas isso parece ser interminável, e meu bem, eu só gostaria de saber se você sente tudo o que eu sinto por você.
 Antes de qualquer questionamento, apenas me responda: Você está pronto para segurar a minha mão e nunca mais soltar?! Não consigo decifrar os seus pensamentos apenas olhando através dos seus olhos, e se quer que isso ocorra, saiba que irei interpretar errado. Não sei se muda muito dizer isso novamente, mas gostaria que o meu abraço fosse o suficiente para você. Gostaria que você tivesse o anseio de a noite inteira passar pensando em me ver no dia seguinte de manhã, igual acontece comigo.
 Ei, não te machuca passar por mim e não ir conversar? Ignorar-me? Diz-me, não machuca ouvir tantas vezes o quanto estou estraçalhada e continuar? Espero apenas chegar o dia ao qual eu vou ter certeza que de por um momento, irá ser nós.

(...)

E bem... Olha ai. Já se passou quase um ano, não é? E a felicidade contagia meu coração em dizer que estou com você. É que foram tantos momentos, e alegrias... Gradativamente você foi se tornando o homem da minha vida. Não foi apenas um olhar que me conquistou, e sim você por completo. É que estamos tão bem, sabe, e eu realmente quero que isso dure.  Quero poder acordar ao seu lado todos os dias de manhã, poder dizer "Sim" na frente de todos em uma igreja lotada, olhando nos seus olhos e sabendo que tenho você aqui, pra mim. Quero poder te amar, intensamente, sempre, para sempre.
 Mas calma.. Por que está falando assim? Por que estamos assim? Pensei que fosse apenas um passado. Confesso que mais da metade disso é consequentemente minha, por as bagagens tão cheias de memórias e tais histórias antigas serem os danos do que estamos passando hoje.  É que meu amor, eu te amo tanto, que não consigo em um momento sequer lembrar do que aconteceu e não sentir uma vontade imensa de chorar. Queria poder ter a certeza de que sempre fui a única desde o momento que eu sabia que só você iria me fazer feliz. Diz-me, por que demorou tanto para perceber? É que eu tive que sofrer tanto para você poder entender que eu estive sempre aqui para você, e por você.
  É triste pensar que por meio desta não vou conseguir resolver sequer uma pequena parcela do que temos que resolver, além de que o desgaste que vem ao passar do tempo pode levar algo embora, por mais que eu segure com toda a força existente no meu ser.
 Por favor, esteja comigo. Não sei como vai ser, não sei o que pensarão de nós ou que o nós mesmos estamos pensando nesse exato momento. É algo completamente bonito, só posso afirmar isso.
 Entretanto, independente do que ocorrer, lembre-se: Eu sempre irei estar aqui, e meu coração será sempre seu. 

2 comentários:

  1. Oii :) Indiquei o seu blog para responder a Tag AMO/ODEIO! Dá uma olhadinha aqui no blog: http://felicidadesemcliche.com/2015/07/04/tag-amoodeio/

    ResponderExcluir
  2. A quem se importa nem sequer importa se quem importa nem sequer se importa.
    GK

    ResponderExcluir